Mostrar Categorias

Compasso binário, quantos tempos tem?

Lucas Uth
Lucas Uth

Fórmula de compasso é um assunto bem comum para qualquer pessoa que decida entender, estudar e praticar rítmica.

Com as fórmulas de compassos divididas em simples e compostas (podendo ambas conterem qualidades como par e ímpar), o compasso binário faz parte das duas famílias, mas bem, como contar e quantos tempos tem?

Mão de um homem segurando uma sanfona.

Números na fórmula de compasso

É possível perceber que existem dois números na fórmula de compasso, um sobre o outro.

Eles são responsáveis em denunciar duas informações:

Ao observar esses números, é possível nomear o compasso. Se os números são 4 sobre 4, lê-se “quatro por quatro” e se for 6 sobre 8 lê-se “seis por oito”. Esse é o jeito correto de ler essa numeração que nos dá a fórmula de compasso.

Contando os tempos

Como já visto, é possível contar os tempos de dentro de um compasso observando o número de cima. Se o número for o 4, a contagem vai de 1 a 4, se for 6, a contagem vai de 1 a 6 e se o número for o 2, a contagem vai de 1 a 2.

Cada número desta contagem se chama ‘tempo’ e são eles que nos ajudam a definir uma outra qualidade dos compassos: binário, ternários ou quaternários.

Compasso quaternário, ternário e binário

Ao olhar a fórmula de compasso e verificar que o número de cima é 4, isso significa que o compasso tem 4 tempos, então é contado de 1 a 4 e isso o define como “quartenario”. Ou seja, um compasso com quatro tempos é um compasso quaternário.

Então, olhando para o número de cima, que define a contagem dos tempos, é possível saber se o compasso é binário, ternário ou quaternário.

A quantidade de tempos dentro de cada compasso é o que define essa qualificação. Logo, um compasso com 3 tempos é ternário e um com 2 tempos é binário.

O compasso binário é o compasso que tem dois tempos dentro dele.

Existe uma regra um pouco diferente para os compassos compostos, mas isso é assunto para outro momento.

Na música Pop, por exemplo, na maioria dos casos, os compassos são quaternários. É possível perceber bateristas contando de 1 a 4 para que a banda entre junto na música.

O compasso ternário aparece nas valsas, que têm suas contagens de 1 a 3 tempos. E o compasso binário é fácil de achar nos sambas, forrós e baiões.

Para ouvir

Caso se interesse mais pelo assunto e queira se aprofundar, veja os Cursos de Percepção Ritmica na MusicDot, que trata desse tema e muito mais.

E ouça algumas músicas para perceber o compasso binário. Deixo algumas para você: