Mostrar Categorias

O que são acordes, como usá-los e como montá-los

larissasanders
larissasanders
o que são acordes

Quem está querendo aprender a tocar violão ou tocar teclado provavelmente já se deparou com o termo acordes. Mas afinal de contas, o que são acordes e por quê eles são tão importantes assim? Essa pergunta pode parecer até um pouco boba, principalmente para quem já tem conhecimento na área, mas entender o que são acordes é extremamente importante para quem está começando a dar os primeiros passos. Ninguém já nasceu sabendo como fazer um acorde, não é verdade?

Os acordes são usados para o acompanhamento durante uma música. Quando você vê alguém tocando violão, geralmente ela faz o ritmo com uma das mãos tocando as cordas, enquanto com a outra cria diversas posições diferentes, usandos os dedos para apertar as ‘’casas’’ do violão.

Essas posições são o que chamamos de acordes. Agora você já entende o que são acordes, mas já reparou que cada um dos dedos sempre está em uma casa diferente? Isso quer dizer que cada um destes dedos está criando uma nota diferente, e essas notas quando tocadas ao mesmo tempo são os acordes.

Podemos dizer que um acorde é um grupo de notas, que sempre são tocadas ao mesmo tempo, criando um soar harmônico. Isso vale para qualquer tipo de instrumento. Podemos dizer que os acordes geralmente são usados para criar harmonias, e as notas formam as melodias.

Como se forma um acorde

De forma simplificada, os acordes são uma combinação de diversas notas tocadas simultaneamente. Estas notas, no entanto, não são combinadas aleatoriamente, existe por trás delas uma ordem e também uma lógica para que elas possam formar uma harmonia.

A estrutura mais básica de um acorde é chamada de Tríade e, como este nome mesmo sugere, trata-se da combinação formada por três diferentes notas. A lógica para escolher quais serão essas notas é a sobreposição de intervalos de terças, o que tem como resultado o que chamamos de uma tônica, com sua terça e quinta.

O que trás caraterísticas ao acorde C, por exemplo, são as três notas que formam sua tríade. A nota tônica aqui é o C, com E sendo sua terça, e G sendo sua quinta. A nota tônica vai sempre ser a nota que nomeia o acorde, muitas vezes chamada de Nota Fundamental ou Nota Raíz. Bom, tendo em mãos o que são acordes, é hora de falar um pouco sobre os tipos de acordes.

Acordes maiores, acordes menores, acordes diminutos, acordes aumentados

Na estrutura de um acorde, temos sempre a Tônica, a Terça e a Quinta, como já vimos. Porém, existem diferentes tipos de Terças e Quintas, e as suas combinações vão gerar os diferentes tipos de acordes.

Um acorde maior será sempre formado por Tônica, Terça Maior e Quinta Justa.

Já o acorde menor possui a mesma tônica e quinta que o maior, e o que muda será a terça. Portanto, um acorde menor será sempre formado por Tônica, Terça Menor e Quinta Justa.

Existem também os acordes chamados de diminutos. Isso acontece quando um acorde tem sua tríade formada por uma Tônica, Terça Menor e Quinta Diminuta.

Da mesma forma, existem os acordes aumentados. Esta tríade é formada por Tônica, Terça Maior e Quinta Aumentada.

De forma geral, esses são os quatro principais tipos de tríades, maiores, menores, diminutas e aumentadas, e a partir delas se originam todos os acordes básicos. Além destes acordes, existem uma infinidade de outros a serem explorados, como por exemplo, os acordes com sétima.

Se você gostou desse artigo, confira também Qual é a melhor escola de música