Mostrar Categorias

10 dicas para quem desanimou nos estudos musicais

Leandro Ferreira
Leandro Ferreira

VocĂȘ, provavelmente, jĂĄ passou por aquela fase de ficar sem vontade de pegar seu instrumento musical e praticar, ou algumas vezes ficou sem Ăąnimo para praticar atĂ© mesmo as coisas que jĂĄ sabe. No entanto, lembre-se que atĂ© mesmo os maiores passam por estes momentos, seja em qualquer ĂĄrea e, que muitas vezes, a chave para sair dessa fase Ă© ouvir alguma mĂșsica ou, talvez, ler este artigo que vai te dar algumas sugestĂ”es excelentes.

Pessoas tocando seus instrumentos musicais. No fundo escrito a palavra music, da esquerda para a direita um homem tocanto guitarra, uma garota sentada na letra U, um garoto em pé e outro tocando bateria.

1. Ouça alguma mĂșsica ou disco diferente

Uma das melhores sensaçÔes da vida Ă© ser surpreendido por uma mĂșsica boa tocando. Aquele riff que te cativa, ou aquele som de bateria na introdução que te faz logo puxar as “baquetas imaginĂĄrias” e tocar junto. PorĂ©m, ao passo em que ouvimos a mesma coisa sempre, essa descoberta vai ficando rara e passamos a valorizar menos as mĂșsicas que ouvimos. Por isso, talvez esteja faltando vocĂȘ se apaixonar por novas mĂșsicas e, lĂłgico, querer tocar elas.

Para te dar uma força vou recomendar diversas playlists no final. ;)

2. Veja outras pessoas tocando

As redes sociais sĂŁo as melhores vitrines para ver todo tipo de gente tocando, com inĂșmeros gĂȘneros e instrumentos musicais. Se vocĂȘ tem dificuldade para procurar, busque pelas hashtags relacionadas ao seu instrumento, certamente vai se deparar com alguĂ©m tocando ou atĂ© ensinando alguma coisa que te inspire. Aproveitando, fica o convite para me seguir no Instagram, pois Ă© justamente isso que eu faço por lĂĄ.

Lembrando que vocĂȘ tambĂ©m pode frequentar lugares com mĂșsica ao vivo, ver pessoas tocando Ă© empolgante demais. E, quem sabe, dĂĄ uma canja por lĂĄ?! JĂĄ pensou?

3. Se ligue em outros instrumentos

Tenha interesse em ouvir o som de outros instrumentos, pare para pensar sobre como eles sĂŁo numa mĂșsica. Se vocĂȘ Ă© tecladista, preste mais atenção no baixo, e vice-versa. Admirar o som de outro instrumento te faz ter vontade de tocar junto, se puder aprender um pouco dele entĂŁo, jĂĄ Ă© vantagem em dobro. E, certamente, irĂĄ precisar dessa habilidade de ouvir outros instrumentos quando estiver tocando em banda.

4. Procure Backing Tracks para tocar junto

Backing tracks sĂŁo mĂșsicas feitas para o estudo musical. Algumas sĂŁo apenas sequĂȘncias de acordes para praticar junto, outras sĂŁo a prĂłpria mĂșsica dos artistas que vocĂȘ curte, mas sem o som do seu instrumento, para vocĂȘ se sentir membro daquela banda. Em portuguĂȘs ainda nĂŁo temos tanto material na Internet, mas basta pesquisar da seguinte maneira no YouTube: [Insira o nome do seu instrumento em inglĂȘs] + Backing tracks, que irĂĄ encontrar muita coisa legal. Se inserir numa situação real de banda Ă© um fator fundamental para manter a motivação nos estudos! VocĂȘ pode inclusive procurar por tracks separadas somente de um instrumento, como os Drum Loops.

5. Compartilhe seus estudos com alguém

Gravar a si mesmo Ă© um dos pontos cruciais para conseguir se autoavaliar nos estudos. Tenha este arquivo para colocar metas de se superar em alguns pontos. AlĂ©m disso, Ă© importante ter alguĂ©m com quem mostrar (seja ao vivo ou por vĂ­deo) o seu som, pois faz muita diferença receber a opiniĂŁo de terceiros, quem sabe atĂ© pedidos de mĂșsica. Este Ă© o primeiro passo para um canal de sucesso no Youtube, jĂĄ pensou?

6. Tenha algum objetivo claro

Trace pequenas metas, por exemplo tocar a mesma mĂșsica que tocou semana passada de forma mais fluente, sem tantos erros ou insegurança. Ou atĂ© um aumento no andamento do exercĂ­cio que praticou ontem. Algumas pessoas possuem objetivos que dependem de outras, como tocar igual a uma pessoa x, o que, algumas vezes, vale a tentativa, mas em caso de ser um objetivo muito distante, mantenha a atenção na sua prĂłpria evolução.

7. Controle suas expectativas

Uma lição que podemos adotar do esporte para a mĂșsica Ă© que grandes performances e recordes espetaculares foram construĂ­dos por anos de prĂĄtica. Ao assistir Ă s OlimpĂ­adas, por exemplo, jĂĄ temos a noção do esforço que o atleta precisou ter para chegar lĂĄ e, precisamos ter essa percepção quando vemos alguĂ©m tocando bem uma mĂșsica. Todos nĂłs queremos arrasar igual nossos Ă­dolos no palco, mas saiba que leva tempo e vocĂȘ pode adequar suas expectativas para o momento musical em que vive. Isso vai gerar menos ansiedade e cobranças excessivas.

8. Seu instrumento precisa de atenção

Seu instrumento pode ser um fator que atrapalha seu desenvolvimento musical e, para evitar isso, Ă© preciso dar mais atenção a ele. Certifique-se de que ele estĂĄ em bom estado, com a tocabilidade em dia. Procure sempre limpar ele, analisar o estado das peças e, procure um Luthier sempre que precisar de um serviço especializado. Muita gente pensa que precisa comprar um instrumento novo para sentir motivação, mas talvez o seu instrumento sĂł precisa de manutenção. Este momento entre vocĂȘ e seu instrumento pode te animar a fazer horas de estudo.

9. Enxergue a mĂșsica como terapia

SĂł quem toca um instrumento consegue explicar a sensação maravilhosa que Ă© tocar uma mĂșsica que se gosta, principalmente quando estĂĄ rodeado de pessoas, seja sua banda ou atĂ© tocando num luau entre amigos. E, acredite, esta sensação de bem-estar pode ser igual ou melhor ao que sentimos quando um remĂ©dio nos livra de sentir de alguma dor. Encare a mĂșsica como este remĂ©dio do qual precisamos para encarar a rotina e, certamente, vocĂȘ estarĂĄ cada vez mais frequente nesta terapia.

10. Siga o plano do seu tutor

Seja estudando em cursos online, ou presencialmente, ou ainda estudando por conta prĂłpria no Youtube, encare aquela pessoa que estĂĄ te fornecendo informaçÔes como sua guia para alcançar suas virtudes. Confie nos ensinamentos dela como alguĂ©m que luta artes marciais faz com o seu sensei, eleja seu(s) mestre(s) e acolha o caminho que eles te sugerem, mesmo que possa ser um caminho confuso, algo que te impeça de enxergar o sucesso Ă  curto prazo. Acredite, Ă© melhor andar devagar no rumo certo do que rĂĄpido em vĂĄrias direçÔes. Aquela cena do “bota casaco / tira casaco” em KaratĂȘ Kid estĂĄ aĂ­ para provar o que estou falando.

Veja as playlists que preparei para vocĂȘ: